Create a Meebo Chat Room
Sword Strike + Double Damage em charge.

Entendeu? Claro que se você entendeu então é um nerd como o escritor que vos fala. Se não entendeu, "volte para o Orkut". HEHEHE! brincadeira. Nessa matéria falarei sobre o cúmulo da nerdisse, "fingir que somos outras pessoas com poderes especiais". Bom antes de mais nada, RPG não é coisa do demônio nem nada assim, é simplesmente um jogo em que você interpreta um personagem com uma missão especial que quase sempre é salvar o mundo. Seja de uma invasão alien ou um mago negro que escravisou os anões do reino da montanha de ferro (ou qualquer coisa que o valha). Enfim, o RPG é composto desses elementos: Mestre, livros, jogadores e uma história, cada qual com sua função. O mestre usa os livros para montar uma história para os jogadores jogarem, pegou?

Os RPG's mais famosos são os chamados "capa & espada", são contos de fantasia medieval que são em sua maioria baseados em O Senhor dos Anéis, até o próprio D&D e AD&D são chupados de contos assim, mas foram baseados em contos mais realistas da historia humana.

Mas também existem jogos passados em épocas futuristas ou no presente, como Vampire, 3D&T e Gurps Cyberpunk.

Os RPG's nasceram nos anos 70 por jogadores de jogos de estratégia militar, que usavam mapas enormes para tal chamado "Chain Mail" (um WAR gigante). Então os caras resolveram criar sistemas para que cada jogador tenha o seu próprio personagem e assim nesceu o RPG.

 

Hoje em em dia, os RPGistas são um parcela pequena, e já sofrem preconceito (eeeee mundinho ignorante esse). Nos criticam ou por que somos nerds ou por alguns babacas que matam família toda por causa de uma partida idiota de live, afinal, quem é o idiota que se mata quando seu personagem é envenenado por alguém? Os maus RPGistas nos dão má fama, então temos que batalhar para que esses imbecis não sejam considerados RPGistas, e sim babacas que acham maneiro fazer M$#@$%. Embreve faremos um podcast sobre tal assunto e discutiremos mais.

 

Continua... ou não...

 
 

Nerd Power!!!

http://www.jovemnerd.com.br

Classificação:

O maior site nerd e o "MELHOR PODCAST DO MUNDOOOO!!!"

 
 

Feira Moderna.

http://oglobo.globo.com/online/blogs/largman/default.asp

Classificação:

Games, tecnologia e atualidades no blog de Beto Largman.

 
 

Valinor, para fãs de Tolkien.

http://www.valinor.com.br/

Classificação:

Um dos meu sites favoritos. Por: Murilo "O Mestre das Guerras".

Whatever Review "Final Fantasy "XII"

Como diria um amigo, AAAAHHHHH CARAAAAAIII!!!!

Eu esperei um tempão para postar coisas sobre video games nesta espelunca. E entro com tudo, venho direto com Final Fantasy XII. Esta análise é de cunho pessoal já que é um dos meus jogos favoritos e eu não podia deixá-lo de fora. Bem, vamos ao que intereça: A história de "FF XII" é muito boa e é complementada com gáficos ainda melhores, produzida pela "Mega Monstro" dos RPGs, a Square Enix, o título emprega muito bem todas as qualidades anteriores da série, tais como o enredo, "CGs", variedade de equipamentos, secret bosses e missões extendidas durante todo o desenrolar da trama. O jogo se passa uma ano depois da guerra entre Rozarria e Archades, quando o exército Archadiano toma a grande cidade de Rabanastre. seu primeiro personagem é Vaan, um órfão que perde o seu único irmão durante a guerra, quando traidores tramam a morte do rei e a prisão do Capitão Bash (que mais tarde entra para o grupo).

Durante toda a história você joga com vários personagens, são eles: Vaan, Penelo, Bash, Ashe, Fran e Balthier. Sem falar nos personagem convidados que fazem parte de sua "party" por um período de tempo, como: Reddas, Vossler e Larsa.

O sistema de batalha é ótimo, sendo em turnos de ação, porém em tempo real. Os cenários são imensos e bem detalhados com muitos "eastereggs" por todo o jogo, e equipamentos raríssimos escondidos em baús.

O som é espetacular, apesar de depois de muitas horas de jogo você pode até enjoar da trilha sonora, fora isso todos os efeitos sonoros são muito bem produzidos.

O sistema Bazaar é uma boa pra quem gosta de missões longas e caçar monstros raros, pois existem NPCs espalhados pelo mapa, para os quais se você vender uma quantidade certa de loot, você liberará equipamentos novos para seus personagens.

O jogo as vezes fica bagunçado porque não existem vocações claras e todos os personagens podem usar todos os equipamentos, sendo ele místicos ou pesados. Mas para você não se confundir aqui vai uma dica, eu elaborei uma estratégia para dividir as funções de cada personagem neste jogo.

 

 

Vaan: Striker/Thief. Ele é muito bom para ataques físicos, tem grande poder de ataque e defesa, e pode roubar item mais facilmente.

 

Dica: Ponha armaduras pesadas (Heavy Armors) e combine armas e acessórios para maximisar seu poder de dano, uma boa arma para ele é Katana Masamune com Genji gloves de acessório.


Bash: Striker/Blocker. Personagem extremamente agressivo, muito bom para combate melee, e também tem muito HP para durar nas batalhas.

Dica: Ponha armaduras pesadas para maximisar seu ataque e sua defesa e uma arma de "1H"(uma mão) para poder usar escudos.


Penelo: Mage/Healler. Tem Magic power muito elevado, boa como "Healler" e "Magic Striker", sempre a tenha em sua party.

Dica: Use armaduras místicas (Mystic Armors) para potencializar sua magia, sempre prefira Staffs a Rods pois elas aumentam seu Magic Power enquanto as rods te dão mais uma pequena quantidade de MP.


Ashe: Mage/Healler. Melhor "Magic Striker" do que "Healler", ela é versátil pois se vira bem atém em combates melee.

Dica: Use armaduras místicas (Mystic Armors) para potencializar sua magia, sempre prefira Staffs a Rods pois elas aumentam seu Magic Power enquantos as rods te dão mais uma pequena quantidade de MP.


Balthier: Shooter. Habilidoso no cambate em distância, suas "Guns e Shots" possuem muitos status para atrapalhar seu adversários.

Dica: Use armadura leves (Light Armors) pois elas lhe darão HP extra e utilize guns apenas em certos momentos pois ele dispara hits mais potentes com bows e crossbows.


Fran: Shooter. Ela utiliza bows e crossbows mais por falta de opções do que por habilidade pois é fraca em combate melee.

Dica: Use armaduras leves pois elas lhe darão HP extra e procure obter um "perseus bow" e "bamboo arrows" pelo menos.

 


Bem, esta foi minha análise de FF XII espero ter agradado.

Gráficos: 10

Som: 10

Jogabilidade: 10

Enredo: 10

Nota final: 10

 

Plataforma: PS2

 

Por: Murilo "O Mestre das Guerras"

 

LESS TALK MORE ROCK!

Um dia desses estava "zapeando" os canais da minha TV, quando fiquei espantado. Se tratava de um video clip da música "The number of the beast" da banda Iron Mainden. Normalmente eu não me espanto com pouca coisa, mas estava passando em certo programa religioso pertencente à uma corporação financeira que não vou citar o nome para não ser PROCESSADO. Bem, eles defendiam a idéia de que "Rock é coisa do demônio", e por aí vai. Eu sou rockeiro sim, gosto das grandes bandas de metal pesado, mas isso não faz de mim um "satanista matador de bodes" como já fui nomeado... Na minha opinião, isso não passa de personagens criados para atrair mais público, afinal de contas a juventude quer coisas que não agradem a maioria. Quem nas suas perfeitas facudades mentais acha que Corey Taylor do Sliknot vai à lanchonete e diz: "Hey motherfucker, give me a fucking hamburger and an extra fucking large milkshake", ou que Gene Simmons da banda KISS se maqueia e vai ao parque mostrar a língua para bebês de colo? O já citado Corey Taylor também faz parte de uma outra banda chamada Stone Sour, onde suas músicas tem um estilo mais calmo e melodioso, nem parece a mesma pessoa!

E sem falar das teorias de mensagens subliminares nas músicas, onde pessoas que não tem mais nada a fazer do que ficar revirando discos e mais discos para achar mensagens satânicas onde não existe. Um caso famoso é da banda Led Zeppelin, onde malucos dizem que se você girar o disco ao contrário vai ouvir uma mensagem do Diabo. Bem os defensores dessa tese dizem que só funciona com discos de vinil o que só prova que: O Diabo é Old School, e gosta de vinil. Esse é dos meus...



Por: Murilo "O Mestre das Guerras"

Kebber 100% orkutero

Este personagem é totalmente baseado em esteriótipos e qualquer semelhança é mero acaso. E se você não sabe o que é ESTERIÓTIPO, VOLTE PARA O ORKUT!

 

Iae brow, vc naum mi conhece, so Klebber 100% orkutero. Pow tpw, so sarado, vo pa praia tah ligadu? Dps vo pa academia e dps, sabe como eh neh? Eu logo no Orkut. Cara tpw as vezes eu num fiko no Orkut o tempo todo, as vezes eu fiko nu msn, mais nunk nos 2 au msm tempo, eu num consigo pensar direito qd eles taum abertos juntos. Mais tem hr q eu fiko soh d zoio nas gata, peguei varias assim, soh ontem add 8. Tah ligado neh, eu xego so prostituto, eu num olho nem o nome jah xego add, num brinco em servisso. Amigo meu ninhum add tanta gata quenem eu brow. Tpw, eu jah disse q vo pa praia, mais qd eu to atoa eu fiko nu Orkut direto, vejo uns video de funk e vejo umas foto di caxorra, eh d+. Ai c vc gosto do meu depoimentu me add ai. =D

Whateverboys, Podcast Storage.

Agora o Whatevercast conta com um podcast storage, se trata de uma segunda página destinada a guardar todos os podcasts passados para você que ainda não ouviu.

PODCAST STORAGE

INTRODUZINDO ROLLAGRAND O ENORME!

Rollagrand era apenas um rapaz de 24 anos, ele era um aprendiz de cavaleiro muito habilidoso.

Rollagrand: Pô, tô de bobeira mesmo, vo alí apertar unzinho.

ESTRONDO

Rollagrand: Puta que o pariu! Sou só usoário!

Rollagrand: Não é a polícia? É oquê então?

Um ataque inesperado de bandidos invade os portões da cidade.

Rollagrand: Jamais me pegarão com vida! Seus otários!

Bandido 1: Não é só porque somos  figurantes que você pode falar assim com a gente não!

Bandido 2: Isso mesmo companheiros, a união é a força do sindicato!

Bandido 3: VIVA FIDEL Y LA REVOLUCIÓN!!! AIAIAI!!!

Então Rollagrand se vê sem escolha além de lutar por sua cidade, por sua vida e  além de tudo pelo imperialismo!

Rollagrand: Morre comunista! O ser humano é capitalista por natureza!

Bandido 1: Ahhhh... Morri!

Bandido 2: Yo quiero una "Cuba livre"!!!

Bandido 3: Mata eu não tio...

Do nada muitos outros bandidos saltaram de seus esconderijos e o atacaram.

Bandido 4: Muerte a los YANKEES!

Rollagrand: Eu não sou americano porra!

Foi então que o guardião real surje para salvá-lo!

Guardião: Comunista filho-da-mãe!!!

Rollagrand: Muito obrigado mesmo, se não fosse você tinha deixado de ser mocinha.

Guardião: Sou Seromontis mas pode me chamar de "Meu amor".

Rollagrand: ¬¬

Seromontis: De todo o modo, o supremo, magestoso, motherfucker rei Paul Ergyddo, mandou-me para levá-lo ao palácio!


Rei Paul Ergyddo: Meu filho, você é o único guerreiro desta cidade forte o suficiente para buscar ajuda!

Rollagrand: Claro senhor! Mas eu vou assim, no aro? To fodidão, sem grana nenhuma.

Rei Paul Ergyddo: Eu vo te dar (Ênfase em dar) uma coisa muito especial, que não dei a ninguém!

Rollagrand: Eu fico honrado, mas, não gosto disso senhor!

Rei Paul Ergyddo: Não é nada disso tolinho! é uma espada mágica!

Qual será a espada dada pelo rei? Descubra em "Rollagrand, o enorme!"

Semanalmente você poderá encontrar uma parte do conto de Rollagrand Veils'fielder, o enorme. Para fãs de tibia ou de humor escrachado!

 

Whatevercast002_Desenhos clássicos

Dessa vez o whatevercast vem com muita nostaugia. Mestre das Guerras, o Mariachi, Vergalha, Dublê, Red Jack e Johnny relembam os clássicos dos desenhos animados sob uma ótica um tanto distorcida, como: Pica-Pau (Mesmo depois daquele funk ridículo), Tom & Jerry, A Pantera Cor-de-Rosa, Looney Tunes e muitos outros.

 

 

CONFIRA NO LINK ABAIXO

 

Whatevercast002a_Se funcionar não é ACME.

Whatevercast002b_Raios, raios, raios duplos!!!

 

Sugestões e críticas: whatevercast@hotmail.com

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]